11 maio 2007

Cotas na UFES


Um comentário:

Vandercy disse...

Professor, em primeiro lugar parabéns pela iniciativa.
Gostei muito das palestras e também do "quase debate" que se estabeleceu.
Digo "quase" porque o professor Donato, embora tenha falado duas ou três vezes, não participou efetivamente da mesa para expor o seu ponto de vista de forma mais clara e mais completa.
Ele posicionou-se contrário às cotas, mas para mim a sua fundamentação não ficou clara.
Eu sou amplamente favorável a implantação das cotas com base no recorte racial.
Sou dirigente sindical, participo do coletivo anti racismo da CUT - não tenho dúvida nenhuma sobre a minha posição.
Porém tem uma "equação" na minha cabeça que eu não consigo resolver, que é a seguinte:
Normalmente a gente classifica as pessoas contrárias às cotas em "racistas" ou "desinformadas", certo?
O professor Donato não é desinformado, e quero crer que também não seja racista.
Outro exemplo, na 6ª-feira (11/05/07) assisti aqui mesmo na Ufes uma palestra do professor de Gestão Cultural da UFBA Marcelo Dantas, que quando perguntado sobre a questão das cotas, também se posicionou contra, utilizando argumentos antropológicos, enfim.
Isso me causa um certo incômodo, pois demonstra que embora tenha uma posição definida, ainda careço da fundamentação teórica necessária para defendê-la.
Agora, estes exemplos que citei, não invalidam de forma alguma a frase dita pelo professor Camacho "a desinformação é que gera o preconceito" concordo plenamente - está aí o "senso comum" para confirmar essa tese.
É isso, valeu até a próxima oportunidade, caso não haja por esses dias, em Ago/07 estarei aí - serei calouro de Ciências Sociais noturno.